sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Pra quem mora com quem fala demais...

Existem pessoas que falam pelos cotovelos, como eu, por exemplo.
Mas o problema aqui não é falar demais, é falar demais em determinadas situações. Nas situações erradas, mesmo!

Tem gente que não se toca e faz o favor de abrir a matraca quando você quer ver a novela das 8, sabe?
Ou quando você está estudando e a pessoa chega da rua falando mil coisas ao mesmo tempo...
Ou quando você está introspectiva, chata, de tpm, culpando o mundo pelos seus transtornos hormonais (assim, tudo ao mesmo tempo) e a fulaninha não se toca que você simplesmente não quer papo, e não cala a boca!

Inconveniente? Só um pouquinho...

Como lidar com isso?! Simples, muito simples!

1. Você pode mandar um "Agora não, gata.", muito educadamente, claro.

2. Você pode perguntar pra pessoa se ela vai assistir a novela. Se ela falar que sim, você fala "Então, vamos ver!", mas, se ela falar que não, você pede pra ela falar baixo então.

3. Você ainda pode falar que depois fala com ela, explica que tem um prova superimportante e que não pode conversar, já que está muito ocupada.


Aconteceu comigo:

Quando eu morava num pensionato, existia uma pessoa sem noção que não parava de falar enquanto todas as pessoas da casa tentavam assistir tv.
A gente mandava um "shiiii", sabe?
Mas não funcionava muito não.
Até que, um belo dia, eu -de tpm, claro!- resolvi fazer um postulado.
E, para manter a harmonia da casa, resolvi fazê-lo de forma a não excluir ninguém das regras.
Pois bem, peguei um papel, uma caneta e escrevi, dentre outras coisas, que, durante os programas que estavam sendo assistidos, só eram permitidos assuntos que fossem pertinentes e se fizessem necessários no devido momento.
E assim, conseguimos fechar a matraca da fulaninha!
Ela só falava pelos cotovelos durante os intervalos do programa. E, claro, a gente ignorava a maioria das coisas que ela falava, até porque a gente se perdia, de tanto que aquela pessoa vomitava seus pensamentos pela casa!
O postulado, depois de ser apresentado formalmente a todas as moradoras, ficou preso na porta da sala (na parte de dentro, claro), até depois de a vitrola sair do apartamento!

Vai por mim, gente: dá certo!!!

3 comentários:

Lucas M. disse...

gostei muito do tipo de assunto,bem o verdadeiro e xato cotidiano

Matheus Castro disse...

Ideem
Shoow esse Blog akii
vee o meeu ??
http://zdezorra.blogspot.com/

André disse...

as mulheres falam dez vezes mais que os homens. fica dificil. abraços

www.mechupanaplacenta.blogspot.com